GUIA DO ESTUDANTE
 

"Ranking" Expresso do Ensino Secundário

Lisboa com melhores resultados

Lisboa lidera os resultados por distritos. Nas cinco escolas com melhor desempenho, as privadas levam a melhor sobre as públicas, colocando quatro no topo do «ranking» EXPRESSO/Socinova. Se estendermos a lista até ao 10.º lugar, o cenário mantém-se: oito são privadas. A diferença entre as notas dos exames e a classificação interna varia entre 0,78 (São João de Brito) e 2,52 valores (Academia de Música de Santa Cecília, 10.º lugar).

Segue-se-lhe o Porto. O «top ten» da Invicta é encimado pela Escola Secundária Soares dos Reis (ver notícia na pág.3). Aqui, as escolas públicas encontram-se em vantagem (seis, contra quatro privadas). Ainda no pódio, Coimbra apresenta maiores diferenças entre a classificação interna dos alunos e as notas obtidas nos exames. Na escola coimbrã melhor colocada, a Infanta D. Maria, existe uma diferença de dois valores. Segue-se-lhe o Colégio Rainha Santa Isabel já com 3,03 valores de diferença. Entre as dez primeiras escolas de Coimbra oito são públicas.

Em Braga, a competição entre públicas e privadas está ao rubro, embora as primeiras levem a melhor, colocando seis nos dez primeiros lugares. A escola bracarense com melhor desempenho regista uma diferença de 2,72 valores entre a classificação interna e o resultado dos exames.
Bragança encontra-se em quinto lugar. A secundária Abade de Baçal vai na frente, numa lista em que nove das melhores escolas são do Estado. Na secundária de Mirandela (5.º lugar) verifica-se uma diferença de 3,94 valores entre a nota interna e a registada nos exames.

A Escola Secundária Bocage lidera o «top ten» do distrito de Setúbal, que só inclui uma representante privada: o Externato Frei Luís de Sousa (4.ª posição). A Escola Secundária EB 2,3/S de Michel Giacometti apresenta uma distância de 3,47 valores entre a classificação interna e a dos exames.

Em Aveiro, as dez secundárias no topo da tabela são todas públicas. Segue-se-lhe o distrito de Leiria, liderado pela Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo. As públicas levam vantagem sobre as privadas (sete contra três). Viseu tem uma escola privada na primeira posição — o Externato D. Afonso Henriques — mas todas as outras até ao 10.º lugar são públicas. Na secundária Felismina Alcântara, de Mangualde (9.ª), regista-se uma diferença de 3,3 valores entre a nota interna e a obtida nos exames.

Santarém encontra-se a meio da tabela. O Centro de Estudos de Fátima encima o «top ten» distrital: é o único estabelecimento de ensino privado entre os dez primeiros. Das onze escolas que existem no distrito de Beja, só a última é privada. Trata-se do Colégio de Nossa Senhora da Graça. Em Évora, o panorama é parecido. Também só existem 11 escolas secundárias, mas não há excepção à regra: são todas do Estado.

Em Viana do Castelo, nove dos 10 estabelecimentos de ensino com melhor «performance» são públicos. O único privado encontra-se em nono lugar. A Escola Secundária Fernão de Magalhães lidera no distrito de Vila Real, onde as dez melhores escolas são públicas. Cenário idêntico é registado no distrito de Castelo Branco: a lista encimada pela secundária Frei Heitor Pinto não tem estabelecimentos privados nos dez primeiros lugares. Das 15 escolas existentes, só duas são privadas (12.ª e 13.ª posições). Na Guarda, a cena repete-se. Entre as 16 escolas deste distrito, 15 são públicas. A única privada encontra-se em 16.º lugar.

No distrito de Faro só existem estabelecimentos públicos. Na escola distrital com mais pontuação — secundária João de Deus — verifica-se uma diferença de 3,69 valores entre a classificação interna e a dos exames. A Escola Secundária Antero de Quental lidera a «top ten» da Região Autónoma dos Açores, integralmente constituído por escolas públicas. Em Portalegre só existem seis estabelecimentos de ensino. Todos são públicos. A secundária D. Sancho II, de Elvas, é o que regista maior diferença entre a classificação interna e a nota dos exames (4,52 valores).

A Escola da APEL está no topo da Região Autónoma da Madeira. É privada. Todas as demais são públicas. Só as primeiras três escolas obtiveram classificação positiva nos exames.

Isabel Oliveira




'RANKINGS'
'Ranking' completo
'Ranking' completo (com pelo menos 100 exames realizados)
'Ranking' completo (com menos de 100 exames realizados)
'Ranking' distritos
    Aveiro
    Beja
    Braga
    Bragança
    Castelo Branco
    Coimbra
    Évora
    Faro
    Guarda
    Leiria
    Lisboa
    Portalegre
    Porto
    R. A. Açores
    R. A. MAdeira
    Santarém
    Setúbal
    Viana do Castelo
    Vila Real
    Viseu
'Ranking' disciplinas
    Biologia-Geologia
    Biologia
    Físico-Química
    Geografia
    História
    Matemática
    Português B
    Psicologia
    Química
    Sociologia
Tendências
Comparação entre notas internas e exames
 

 

ARTIGOS
Saltos e trambolhões
Como foi feito o "ranking"
A melhor escola
A primeira pública
O padrão e a excepção
Lisboa com melhores resultados
Duelo entre públicas e privadas

 

FÓRUM
A publicação deste «ranking» tem um efeito positivo no desempenho das escolas?

 

 

A equipa do Guia do Estudante pode ser contactada via e-mail: guiadoestudante@expresso.pt.
Última atualização em 21/11/2014. Copyright 1997 Impresa Publishing. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Impresa Publishing. Mantido por webmaster@mail.expresso.pt

O Guia do Estudante necessita do Plugin para o Flash 5. Click neste espaço para o download.